RIO SONO

Pesquisar

Saúde de Rio Sono já entregou mais de 700 próteses por meio do Programa Brasil Sorridente

Além de devolver o sorriso a centenas de pessoas, o benefício eleva a autoestima e reforça a segurança alimentar dos pacientes. As próteses são gratuitas, através do programa do Ministério da Saúde

Desde o ano de 2020, após aderir ao Programa do Governo Federal ‘Brasil Sorridente’, a Secretaria Municipal de Saúde de Rio Sono já devolveu o sorriso a 734 pessoas do município, através da entrega de próteses dentárias. Só neste ano 167 moradores das zonas urbana e rural foram beneficiados e tiveram de volta a autoestima e a segurança ao realizar mastigação dos alimentos.

Nesta semana mais pacientes foram atendidos e receberam suas próteses do laboratório contratado, que faz o atendimento mensalmente, na cidade e nos povoados Mansinha e Brejo Fundo. Entre os serviços prestados estão as próteses do tipo total mandibular, parcial mandibular removível, total maxilar e parcial maxilar removível.

A secretária municipal de Saúde, Tálita Martins, comemorou os bons resultados da adesão do município. “Temos diversos povoados, assentamentos e a demanda para a odontologia é muito grande. Os agentes de saúde fazem essa busca ativa dos pacientes que estão precisando e trazem até a UBS de cada região, e temos alcançado bastante pessoas, levando a eles essa oportunidade de estar colocando um sorriso novo, que vai muito além de uma prótese, porque é algo que meche com a autoestima. Então todos ficam contentes e demonstram alegria ao receber”, disse.

Tálita destaca que além do atendimento das próteses, os profissionais de odontologia atendem aos povoados mensalmente com outros serviços. “A gente vai mensalmente às UBS’s para sanar as dificuldades das pessoas que precisam fazer a locomoção, com tratamentos que demandam tempo. Assim eles são atendidos da melhor forma, iniciando e terminando os tratamentos”, completou.

O coordenador de Atenção Básica, Lucas Noleto, explicou que os procedimentos que são necessários para adequação da prótese são realizados pelos profissionais do município. “A Secretaria arca com as despesas do deslocamento até os povoados, realiza todo o tratamento antes de colocar os moldes. Quando a pessoa está apta a receber o molde, o protético vem até o município a cada 15 dias fazer os moldes e em seguida traz a prótese, faz a prova, e as adequações de cada uma. Temos muitos elogios desse programa, pois o sorriso é tudo. Aderimos ao plano de 20 a 50 próteses por mês, e temos entregado mais de 20 mensalmente”, explicou.

Os moradores que necessitam do benefício podem procurar a Unidade de Saúde ou o Agente Comunitário de Saúde.

Pular para o conteúdo